Descoberta em 1916, mas não extraída até 1976, o Larimar é umapedra fina proveniente da ilha da República Dominicana situado no centro do Mar do Caribe.

Sua cor azul é procurada e suas nuances variam do azul ao turquesa.
Compre com toda Confiança

3880 Avaliações, 4.96/5
Avaliações
Gemological Institute of America 90 Días satisfecho o reembolsado

Pingente em Prata e 1 Larimar - 35 x 27 x 9 mm - 13.5 gr


Colar ajustável:
R$543.23



Adicionar ao carrinho
Larimar
Origem
República Dominicana
Altura
35.6 mm
Amplitude
27.6 mm
Espessura
9.2 mm
Peso
13.5 gr
Pingente
Material
Prata sólido .925
Madrepérola (Pinctada Margaritifera)
Altura
12.5 mm
Amplitude
5.3 mm
Peso do metal
1.55 gr
Altura Total
47.6 mm
Referência
16226-larimar13

Descoberta em 1916, mas não extraída até 1976, o Larimar é umapedra fina proveniente da ilha da República Dominicana situado no centro do Mar do Caribe.

Sua cor azul é procurada e suas nuances variam do azul ao turquesa.
Custo de envio
- 8 Euros para a primeira joia.
- 2 Euros por jóia adicional.
Prazos de recebimento
- 10 a 15 días para a França metropolitana.
- 15 a 25 días para outros destinos.
Garantias
- Fotos Contratuais.
- Envio com Seguro Completo.
- Número de Rastreamento Online.
- 90 días Satisfecho o Reembolsado.
Compre com toda Confiança

3880 Avaliações, 4.96/5
Avaliações
Gemological Institute of America 90 Días satisfecho o reembolsado
Voltar
Adicionar ao carrinho

Na mesma categoria

Eles certamente vai agradá-lo

Pedra Larimar bruta

O Larimar: A Pedra dos Caribenhos

O Larimar, também conhecido como a "pedra de Atlântida" ou a "pedra dos Caribenhos", é uma gema fascinante e rara encontrada exclusivamente na República Dominicana, no Caribe.

Esta pedra semipreciosa tem uma história única e propriedades estéticas que a distinguem.


Formação geológica do Larimar

A formação do Larimar remonta a cerca de 35 milhões de anos, quando emergiu de atividades vulcânicas subaquáticas.

O Larimar é uma variedade de pectolita, um mineral pertencente ao grupo de silicatos.

Sua composição química é NaCa2Si3O8(OH), e são os traços de cobalto em sua estrutura que lhe conferem suas nuances de azul características, variando de azul claro quase branco a azul escuro, com tons de turquesa.

O nome Larimar é derivado do apelido "Lari" da filha do artesão dominicano Miguel Méndez, Larissa, e da palavra espanhola "mar", que significa "mar".

Esse nome reflete sua profunda cor azul, evocando as águas cristalinas do Caribe.


Fontes do Larimar na República Dominicana

O Larimar é uma pedra extraordinariamente rara e é encontrada apenas na região de Barahona, no sudoeste da República Dominicana.

Antes de receber seu nome oficial, o Larimar costumava ser coletado na praia de Bahoruco, a poucos quilômetros de Barahona.

As crianças recolhiam esses seixos de Larimar para vendê-los aos visitantes.

As minas de Larimar começaram a operar na região montanhosa em 1976, caracterizada por terrenos íngremes e escorregadios.

A exploração do Larimar é conhecida por ser difícil e perigosa devido às condições geográficas.


História e significado cultural do Larimar

A primeira descoberta do Larimar na República Dominicana remonta a 1916, quando o padre Miguel Domingo Fuertes de Loren identificou essa pedra, embora seu potencial não tenha sido reconhecido na época.

Naquela época, o Ministério de Mineração da República Dominicana negou a permissão para explorar a mina e ela caiu no esquecimento.

A comercialização do Larimar realmente começou em 1976, graças a Miguel Méndez, um artesão local, e Norman Rilling, um geólogo associado ao Corpo da Paz.

O Larimar foi classificado como pedra semipreciosa em 1979 e, desde então, sua popularidade não parou de crescer.

A única mina de Larimar do mundo está localizada em Los Chupaderos, no Distrito Nacional de Bahoruco, a 23 quilômetros de Santa Cruz de Barahona.

Em 21 de outubro de 2016, o governo dominicano emitiu uma resolução proibindo a exportação de âmbar e Larimar.

Atualmente, o Larimar só é autorizado a ser exportado em peças polidas separadamente.

Na República Dominicana, o "Dia Nacional do Larimar" é comemorado todo dia 22 de novembro desde 2018, em homenagem à data da descoberta inicial dessa pedra pelo padre Miguel Domingo Fuertes.

O Larimar é considerado um símbolo da República Dominicana, apreciado tanto pelos dominicanos quanto pelos visitantes.

É usado na criação de joias requintadas e objetos decorativos, com sua variedade de tons de azul evocando as águas do Caribe.

Devido à sua raridade e beleza, o Larimar continua sendo uma pedra semipreciosa muito procurada em todo o mundo.

Em resumo, o Larimar é muito mais do que uma simples pedra semipreciosa. É uma peça única na história geológica e cultural da República Dominicana, bem como uma gema de beleza excepcional que continua a encantar os amantes de pedras preciosas em todo o mundo.